Espera

Espero e fumo. E espero mais. O sol oblíquo da manhã, já quente, acelera o coração. Foi muito tempo de espera. No bus. À espera das malas. Isso não se despacha… Vem logo que estou saudoso. Uma miríade de gente espera como eu. Será que sentem assim?
Bags delivered. Acena um ecrã, claramente otimista. Last bag delivered.
Já te sinto ao longe. A qualquer momento hás-de cruzar a porta martini das descobertas.
Começam a sair passageiros encasacados. São do hemisfério sul… Há-de estar quase. É agora…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.