Ficção

Calçada de Carriche

Abril 18, 2016

Etiquetas:,

Parecia vagamente um velho céu estrelado daqueles que antes se usavam no cinema mudo.

Podia ser uma nuvem de planetas pintada por uma senhora monótona, a julgar que fossem astros cintilantes. 

Podia ser um vestido premiado no concurso de chita. 

Podia ser o mapa de um terreno minado ou um esboço para a maior cabra cega do mundo. 

Podia ser a planta das colunas de um antigo balneário romano, ou as fundações perdidas da catedral de Sevilha. 

Podia ser um campo magnético espacial onde a linha espaço tempo se curva sem remédio.

Podia ser a via láctea. Ou uma representação surrealista da calçada de Carriche. 

Mas eram apenas mil olhos de Melro a olharem fixamente para mim. 
    

  

1
1 likes
Related Posts

Ficção

Berenice

Maio 19, 2016 1 0

Ficção

Sai!

Maio 10, 2016 2 0