Poesia

Aura

Aura

Se não for hoje é porque não tive tempo. Ou não soube. Porque não percorri o caminho certo. Porque me sumi de mim e não te vi. Porque desisto de começar a avançar e me perdi. Porque eram salgados o mar e a intempérie e estava frio Porque preferi o borralho cibernético do meu livro maçã Continue reading Aura