Lágrimas

Correm como cascatas no teu rosto

Nascem nos teus olhos como um rio

desaguam salgadas nos teus lábios.

Será que alguma vez chegam ao mar?

A vida é esse barco onde navegam

làgrimas, risos, beijos. Céu e mar.

Mas a rota é sempre e só a nossa

E não lhe conseguimos escapar

Todos os dias definimos o caminho

e a cada hora lhe devemos dedicação

Mas no final do dia tens de saber

Em que lugar há paz no coração

Foram as lágrimas de hoje um sinal?

Ou apenas saudade e fervor?

Ou serão mesmo a luz do teu farol

a dizer-te baixinho: escolhe o Amor.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.