Rui

Ainda agosto não tinha entrado e disseste sim. Fizeste da alma um manifesto, olhaste para mim com os teus olhos grandes de gigante e disseste. Bora lá.

Conheço-te há muitos anos e não me lembro bem da primeira vez. Havia de ser verão em Carnaxide numa daquelas casas em que o teu irmão pousava as malas para sempre sair inesperadamente.

Ficamos amigos porque é impossível não gostar de ti. Do teu jeito desengonçado, da tua voz que se esganiça quando é feliz e não domina os erres, do teu cabelo sem definição. Depois estiveste comigo em dias difíceis, nos mais difíceis, e depois em todos.

Assisti às mudanças da tua vida. Ao sopro felizmente lento do teu coração, ao movimento claro com que escolheste a simplicidade e o amor como o território pátria da tua vida.

Estávamos sentados numa qualquer mesa de bairro, perto de casa, quando nos puseste a viajar. Aceitaste como um leão, nessa altura ainda sem saber, como a viagem verde e branca iria mudar para sempre a nossa vida.

Foram não sei quantos dias e tantas noites que neles cabem mais histórias que mil notícias podem contar.

É sempre nas viagens que os homens se descobrem. Dizem. Que se conhecem. Que se aprendem a respeitar. Quando o caminho nos atira contra o desconhecido, sem saber que bombordo vamos marear.

Bravo rui. Bravo Leão. Aprendi tanto contigo meu irmão.

Aqui onde te escrevo o vozear inquieto e ansioso mistura-se com o estalido cru de papéis que se desdobram e se poisam em montinhos. Há muitas pessoas a contar. Dizem “A”, “D”, “É” e outras letras do abecedário que povoou as nossas vidas no último mês.

Vivemos prái umas três vidas, meu amigo, Assim de repente. Tanto que o tempo nos deu.

O vozear continua, os estalidos são agora substituídos pelo som seco de batidas sobre a mesa quando se acertam as folhas em maços de antes de tomarem a altura das decisões. “B”, “F”, “É”…

Quase me apetece congelar o tempo. E não deixar que esta noite acabe. Mas logo me arrependo Rui. Afinal é só agora que tudo está a começar.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.