As tuas palavras

De todas a palavras agora disponíveis, de todas quantas tenho, das muitas que sei, há uma que te pertence só a ti.

Fui-a transumando pela vida, entreguei-a sempre de boa fé, mas até ti, sempre sem lhe conhecer o significado.

Essa é a palavra amor, quando um homem ama a sua mulher.

Quer Deus que agora, não estejamos juntos, quer Deus que nos dias que correm ainda não saiba que caminho se desenha para nós.
Mas como acredito que as coisas acontecem sempre da maneira certa, também sei que o meu caminho é este.

Há uma frase de que gosto muito, penso que de um poeta americano de que não recordo agora o nome (e não quero ir ver quem é) que lembro assim: “An harbour is only what it’s meant to be found”.

O porto não é um destino nem um ponto de partida. O porto é o caminho
.
Lembro como era a minha vida até te ter encontrado e como ela é hoje. E é nesta semi ausência em que agora nos encontramos que acerto as trigonometrias ao destino.

Até que tudo seja tão simples como a lua nova.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.